Posts Tagged sipat

Como estimular a segurança no ambiente de trabalho?


A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), oriunda da NR5 do Ministério do Trabalho já foi amplamente divulgada no ambiente organizacional. Essa Norma Regulamentadora, por sua vez, está condicionada ao grau de risco, do número de funcionários por estabelecimento e código de atividade econômica da organização. Seu objetivo é prevenir acidentes e doenças decorrentes do trabalho, preservando a vida e a saúde dos profissionais. O fruto da NR5 culmina na realização da conhecida Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT), um evento obrigatório, segundo a legislação brasileira.

Saindo um pouco do campo jurídico, que merece todo respeito e atenção, sabemos que no dia a dia muitos acidentes de trabalho podem ser evitados quando as pessoas quebram paradigmas e se conscientizam que a vida delas não depende apenas da organização, mas sim do comportamento que elas adotam nas rotinas laborais. Mas como quebrar determinadas resistências e fazê-las abandonar hábitos que praticam insistentemente, muitas vezes, durante anos? A seguir, algumas sugestões que as organizações podem instituir de forma gradual e contínua.

1 - A participação ativa dos gestores é indispensável em qualquer processo de Gestão de Pessoas. Por isso, ao promover reuniões periódicas a liderança pode enfatizar para sua equipe a importância de se respeitar as normas internas de segurança. Inclusive, o próprio líder deve ser o primeiro a cumpri-las e servir de exemplo para os demais profissionais que estão sob sua responsabilidade.

2 - Apresentar estatísticas de acidentes no trabalho, vindas de fontes confiáveis como órgãos governamentais ou mesmo sindicatos é outra estratégia para alertar os colaboradores de que a prevenção é o melhor caminho para evitar acidentes.

3 - Se possível, a empresa pode formular cartilhas sobre segurança no trabalho e distribuí-las para os funcionários. Alguns exemplares, para fins de consulta, podem ficar em locais estratégicos como refeitórios, recepções ou locais que tenham fluxo significativo de profissionais.

4 - Enfatize em toda ação de prevenção que o acidente de trabalho não vitima apenas o trabalhador. Com ele, também sofrem a família e os amigos que o amam. Isso fará lembrar aos profissionais que suas vidas não são valiosas apenas para eles, mas para muitos e, inclusive, para a empresa.

5 - Mais uma vez, os canais de comunicação interna tornam-se grandes aliados da Gestão de Pessoas. Os murais, os jornais impressos, entre outros, devem regularmente focar assuntos relacionados à segurança no trabalho, lembrando as principais ações a serem adotadas na rotina da empresa.

6 - Há organizações que conscientizam os trabalhadores através de iniciativas motivacionais. Pode-se instituir, por exemplo, uma ação para divulgar o “Amigo da Segurança”. Mensalmente um profissional receberia esse título, para estimulá-lo a continuar a aplicar as normas de segurança. O “Amigo da Segurança” pode servir de inspiração para os demais colegas. Para que esse reconhecimento não caia no “esquecimento”, a empresa pode presentear o colaborador – que ganhou o título – com uma medalha, um diploma ou uma camiseta com o símbolo da SIPAT.

7 - Profissionais mais experientes geralmente servem de exemplo para quem começa uma carreira. Por esse motivo, uma ação interessante é convidar esses profissionais para serem mentores dos colegas que insistem em pensar que os acidentes só “acontecem com os outros”. Trata-se aqui de uma ação “light”, onde o mentor ao ver que um colega não utiliza um capacete pode falar de maneira amigável: “João, o capacete está esperando por você. Ele evita dores de cabeça”. Todas as orientações surgirão naturalmente, sempre dentro de um clima agradável e de espírito de equipe.

8 - A empresa precisa comemorar cada expediente em que não ocorreu acidente de trabalho. Em um local como o refeitório, pode-se colocar um “placar” que contabilize o número de dias em que todos os profissionais voltaram para suas casas como chegaram: sem sofrerem qualquer tipo de acidente de trabalho.

9 - Caso um funcionário sofra um acidente durante o expediente e por negligência, depois de sua total recuperação, se possível, a empresa pode convidá-lo para dar uma “palestra”, um depoimento para seus pares. Ao ouvirem as consequências que o fato causou àquele colaborador, muitos se conscientizarão de que basta apenas um segundo para que algo coloque em risco a integridade física, emocional e a própria vida.

10 - Escute os colaboradores. Uma caixa de sugestões colocada estrategicamente em um local onde o fluxo de pessoas é significativo, geralmente recebe sugestões, dicas e até mesmo “denúncias” de que algo não está bem no ambiente de trabalho, inclusive questões relacionadas à segurança do trabalho. É bom salientar que o sigilo, de quem se manifestou e tomou a iniciativa de “falar” com a empresa, será garantido. Toda informação, principalmente as consideradas graves, precisam ser apuradas com cautela e em curto espaço de tempo.

 

Fonte: Portal Qualidade Brasil

, ,

Nenhum comentário.

Você é o maior responsável pela sua segurança

Toda empresa, independente do seu tamanho, possui algum tipo de instrução quanto às normas que devem ser seguidas para tornar o ambiente de trabalho organizado e seguro, principalmente se falarmos de empresas que possuem máquinas e produtos que oferecem riscos à integridade física das pessoas.
Estas normas devem ser seguidas a fim de garantir que os processos desenvolvidos, nesse ambiente, sejam tranquilos e seguros.

Sendo assim, fique atento ao que é divulgado pela sua empresa, participe dos eventos SIPAT, estude as cartilhas de treinamento caso existam, tenha conhecimento total sobre as operações de maquinários e como desenvolver seu trabalho, tente saber sobre quais atitudes tomar em caso de acidentes com amigos próximos a você e nunca deixe de usar seus equipamentos de segurança.

Pequenas atitudes podem garantir sua saúde e até mesmo sua vida.

,

Nenhum comentário.

Luvas Yeling se programa antecipadamente para a SIPAT 2011

Com o intuito de aproximar seus colaboradores a participar e a se envolver com a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho – SIPAT, a Luvas Yeling está programando já no mês de abril diversas ações, promoções, e até o lançamento de uma nova logomarca para a ação.

Todos sabem que o foco do processo é conscientizar os participantes da importância da saúde e da segurança no trabalho e por isso a empresa leva o processo a sério e investe seu tempo na criação de um processo pontual e efetivo.

Conheça o novo símbolo da SIPAT / Luvas Yeling

SIPAT

,

Nenhum comentário.