Bem-Estar

Aprenda a controlar as suas emoções

  • 04/05/2017
  • 0 COMENTÁRIOS

Lidar com sentimentos e emoções, controlá-los, não é tarefa fácil, mas é de extrema importância para se ter uma vida harmoniosa e saudável. E isso tem nome: inteligência emocional.
Segundo especialistas, a inteligência emocional é a capacidade de reconhecer e lidar com diversos sentimentos, inclusive os conflitantes. A partir dela, a pessoa consegue se expressar, se comunicar e se relacionar melhor com todos ao seu redor. Mas em que isso ajuda à saúde? A resposta e simples: com atitudes assim, a pessoa passa a receber impactos positivos, que contribuem à melhoria de sua vida pessoal e profissional. A mudança de atitude diante da vida torna perceptível que o controle de emoções é uma algo indispensável para o sucesso, afinal, se a pessoa não conseguir controlá-las, são elas que a controlarão.
Controlar as emoções não é algo simples, mas através de práticas de inteligência emocional, isso se torna possível – e até uma prática prazerosa a partir de pequenas atitudes diárias. Confira algumas dicas simples, recomendadas pelo especialista Ricardo A. M. Barbosa, divulgada na integra no site da Innovia Training & Consulting, e pratique-as no seu dia a dia:

Esteja preparado para frustrações e contrariedades
Como você reage a situações adversas pode dizer muito sobre seu nível de inteligência emocional. Uma forma de controlar suas emoções consiste em se preparar para frustrações e contrariedades. Imagine o que pode acontecer caso seu plano não dê certo ou caso suas expectativas não sejam atendidas. Além disso, trace novos planos de reserva e, principalmente, utilize a inteligência emocional para prever e aceitar que nem tudo pode sair como você deseja.

Não permaneça em padrões negativos
Se você notar que está em uma situação com uma emoção considerada negativa, como estresse, medo ou raiva, interrompa o padrão negativo tão cedo quanto possível. Identifique o que tipo de emoção você está sentindo e por que você está sentindo. Em seguida, pense em formas, gatilhos e ações que fazem com que você se acalme. É importante não deixar que a situação se prolongue e leve a um desencadeamento de outras emoções negativas.

Trabalhe a sua empatia
Parte da inteligência emocional se relaciona com a capacidade de deter conhecimento social, o que significa reconhecer e trabalhar em cima das emoções de outros. Exercitar a empatia, portanto, também ajuda você a controlar suas próprias emoções. Quando você se coloca no lugar do outro e tenta compreender as emoções das outras pessoas, você se torna menos reativo de uma maneira negativa, sai da defensiva e passa a ter menos descontrole emocional. Ao pensar no outro, fica mais fácil controlar suas emoções para agir da maneira correta.

Passe a se comunicar melhor
Para aumentar o controle de suas emoções, portanto, é preciso trabalhar sua comunicação. Caso algo te desagrade, por exemplo, busque se comunicar de maneira imediata, mas de maneira clara e controlada. Comunicar melhor as emoções permitem que você conheça mais sobre si e sobre os outros, além de ajudar na resolução de conflitos de maneira eficiente e de evitar o descontrole emocional.

Invista no autoconhecimento
É fundamental trabalhar o autoconhecimento de maneira honesta e assumir responsabilidades. Quanto mais você conhecer sobre si mesmo, maiores são as chances de ter total controle sobre suas emoções.

Colocando essas dicas em prática, fica mais fácil manter suas emoções sob controle e garantir bons resultados para sua atuação pessoal e profissional.

(Fonte/adaptação: http://www.innovia.com.br/blog/recursos-humanos/como-controlar-suas-emocoes-atraves-da-inteligencia-emocional/)