Bem-Estar

Coma menos, viva mais!

  • 20/03/2018
  • 0 COMENTÁRIOS

Uma boa alimentação afeta a forma física, o humor, o bem-estar e a saúde. Por isso, comer bem não deve ser apenas aproveitar os alimentos disponíveis, é preciso saber escolher os componentes certos e quantidades certas para as diferentes fases da vida.

Segundo especialistas, a alimentação adequada reduz-se o risco de desenvolver doenças relacionadas à alimentação, como doenças do coração, diabetes e câncer, além de proteger-se contra infecções, já que os nutrientes reforçam as defesas do organismo. A nutricionista da rede Mundo Verde, Flávia Figueiredo, compartilhou alguns passos saudáveis que devem ser seguidos para uma dieta equilibrada, divulgados no portal Minha Vida. Confira as dicas da especialista:

  • Realizar de cinco a seis refeições por dia:

O desjejum, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia devem ser feitos de três em três horas. Assim comemos menos em cada uma delas. Recomenda-se lanches entre as principais refeições, com frutas secas, como damasco, banana, uva, maçã e abacaxi e as oleaginosas, como nozes, castanhas, pistache, amêndoa e avelã.

  • Incluir cereais integrais no cardápio: Aveia, quinoa, centeio e cevada, podem fazer parte de algumas de nossas refeições por serem ricos em fibras que causam saciedade, auxiliam no controle dos níveis de glicose e colesterol sanguíneos, além de regularizarem o trânsito intestinal.
  • Ingerir frutas, verduras e legumes: Esses três tipos de alimento não podem ficar fora da dieta. Devemos comê-los diariamente, dando preferência às de época e orgânicas, que possuem maior teor nutritivo – são fontes de vitaminas e minerais que estimulam o sistema imunológico e protegem contra vírus e infecções.
  • Reduzir o consumo de carnes gordurosas: Dê preferência a carnes magras (peixes, peito de frango), se possível na sua forma orgânica.
  • Evitar as frituras em geral: Prefira preparações cozidas, assadas e grelhadas, que possuem menos óleos e calorias. Utilize o sistema “a vapor”. Ao cozinhar os legumes, use este método. Ele ajuda a preservar melhor os nutrientes e ainda evita adição de gordura aos legumes.
  • Diminuir a ingestão de produtos embutidos: Os alimentos industrializados são ricos em sódio, açúcar refinado e gordura trans. Todas as substâncias, se consumidas em excesso, são nocivas ao organismo.
  • Reduzir o consumo de bebidas alcoólicas e refrigerantes: Quando não houver tempo para preparar um suco de frutas natural, optar pelos sucos prontos orgânicos ou chás gelados. Essas opções são mais benéficas e refrescantes do que bebidas alcoólicas e refrigerantes.
  • Evitar a ingestão de líquidos durante as refeições: Esse hábito atrapalha o processo digestivo, podendo causar gases e constipação. Além disso, ele dificulta a perda de peso.
  • Cuidado com a adição de sal nos alimentos: Use outros temperos para realçar o sabor dos alimentos, como as ervas aromáticas: alecrim, orégano, açafrão, cominho e tomilho.
  • Evitar o consumo exagerado de açúcar: Use adoçantes naturais como o extrato de agave, que possui baixo índice glicêmico, ou seja, é absorvido lentamente pelo organismo, além de conter minerais, como ferro, cálcio, potássio e magnésio.
  • Ingerir mais água: São necessários cerca de oito a 10 copos de água todos os dias para garantir a hidratação adequada, melhorar o funcionamento do intestino, facilitar a filtração do sangue e desintoxicar o organismo.
  • Praticar exercícios físicos regularmente: Além de prevenir o sobrepeso e a obesidade, melhora a oxigenação, a circulação sanguínea, aumenta a disposição e a resistência do organismo.

Fonte pesquisa: http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/12925-conheca-15-dicas-para-ter-uma-alimentacao-saudavel